quarta-feira, 29 de abril de 2009

poema: "a dor em mim"

A DOR EM MIM

- sinto estas lágrimas caírem
como chuva ao entardecer
porque a realidade dói
e sei que nunca te irei esquecer.
estou cansada que me mostres
que nada sou para ti,
a minha dor é ridícula,
porque nunca iras sentir falta de mim
tristeza que só o amor pode apagar,
perco-me não sei o caminho
não há ninguém para mo indicar,
sinto o meu coração sozinho.
GI

5 comentários:

Fátima disse...

Lindo e com muito sentimento
Beijinho

Green Eyes disse...

Gostei muito do poema.

Não gostei do teu comentário no meu blogue. Quero-te com ânimo, com força que eu sei que tens!

Devemos contrariar esses sentimentos. Se custa? Claro que sim, às vezes dou por mim quase a desistir de lutar contra as agruras, mas não desisto...

Quero-te sorridente e confiante.
Ama mesmo quem não te ama, mas não te entregues à tristeza de não ser correspondida nesse sentimento.

beijinhos de força

eu tenho andado um bocadinho ausente, mas vou "arranjar" um bocadinho para conversar ctg ;)

Sónia disse...

A escrita é bonita. O sentimento é de desânimo. Não está bem...

licas disse...

Sinto alguma melancolia e descoforto.
Será assim?

É preciso confiança e fé no futuro, mas sobretudo alegria para o conseguir.
Beijinhos e bom fim de semana.
Licas

gisela disse...

sim,estou mto triste... sinto-me mto só. mais uma vez a minha madrinha magoou-me. na quarta eu estava de cama com dores de coluna,e nem tds os medicos passam a injeçcao para as dores,que é o q me faz efeito. mas como n sabia a q horas a minha madrinha saia das consultas liguei-lhe, como n rspd achei normal porque ela estava a atender, liguei para o posto para lhe passarem a chamada,além de ter explicado a quem atendeu, o que tinha e a urgencia,e quem era... a minha madrinha recusou a chamada... amigas,nem sabem as lágrimas q deitei... era importante. estou tao triste,tao infeliz, quem realmente amo,nao me ama do msm modo, e ate tinha comprado uma prenda do dia da mae pa ela,sei q ela nao é minha mae,mas sinto uma forte ligaçao,sei q tdo acaba aqui porque quando eu me afasto tb nao me procura, é mto dificil viver nesta sociedade,vivo constantemente a sofrer, bem amigas obrigada pelos comentarios, bom fim de semana, vou trabalhar tds os dias, so folgo segunda, nem posso lembrar, bjs. obrigada pelo apoio