quinta-feira, 10 de setembro de 2009

poema

sem ti, perco a voz
e vejo a minha vida cheia de nós
que não consigo desatar.
sem ti,os olhos só querem chorar
e eu, não quero lembrar,
as desilusões que me magoaram.
sem ti, caminho sem noção
que, nem sinto o coração;
eu já não sou eu...
Gi

3 comentários:

Green Eyes disse...

"libertarmo-nos" de alguém nunca é fácil :(

beijinhos

Princess disse...

Desculpa não termos falado muito mas agora nunca te encontro no msn :( Acabei de saber que entrei em Gestão :D

Espero que estejas bem,
Beijinho.

O Profeta disse...

Troquei as voltas a um Golfinho feliz
Afagei a cria de uma Baleia azul
Confundi uma nuvem com ilha encantada
Perdi-me na rota entre o Norte e o Sul

Aprisionei o olhar de uma gaivota
Enchi a alma com penas de imensa leveza
Enchi o coração de doce maresia
Adormeci nos braços da incerteza

Vem viajar comigo no meu barco de papel


Bom domingo

Doce beijo