segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

poema: hoje....

HOJE...

- hoje nao fiquei e fugi,
hoje sei que devia ter ficado,
pois so agora percebi,
que errei, agarrada ao passado.
hoje corri em direcçao ao nada,
uma nuvem cinzenta veio e parou;
perdi-me com medo de nao ser amada,
mas como reagir, a vida nao me ensinou.
hoje fui quem sempre quis ser,
a melancolica e infeliz personagem,
entre palavras e lagrimas nao deixei de pertencer,
ao passado que me acolhe sempre em viagem.
hoje percebi o que és para mim;
a alma que reconforta o que sou,
hoje nao vou e fico por aqui,
e luto por tudo o que o meu ser sempre amou.
GI

6 comentários:

gml disse...

Lindo... Luta sempre amiga! beijinhos

Pinheiro Luis disse...

Não deixes nunca a tinta secar.

tintanasmaos.blogspot.com

Pinheiro Luis disse...

Obrigado pelos teus comentários...
Volta sempre, e que farei o mesmo

Metamorfose disse...

Belíssimo poema, a vida é feita de lutas e desafios e o pior de tudo é baixarmos os braços...luta com todas as tuas forças pelo que és.

Beijo

Andreia disse...

A luta fará sempre parte de nós!
Adorei, mesmo o poema.

Beijo*

Anónimo disse...

Oi Gi... Adorei este poema a tua pagina tá muito gira... Agora ja cá vim e prometo voltar mais vezes...
Beijoka e porta te bem...

Katia