terça-feira, 18 de agosto de 2009

poema: " palavras "

PALAVRAS
-guarda estas palavras que te dou,
num cantinho do mundo só teu,
quando entraste na minha vida o meu mundo girou;
ganhei tudo o que um dia o meu coração perdeu.
guarda estas letras junto a ti,
como se não houvesse um amanhã,
elas expressam tudo o que senti,
lembram que a recordação não é fria nem vã.
sente-as com a mais profunda adoração,
amanhã a caneta pode deixar de escrever,
são as palavras que separam a verdade da ilusão
e demonstram que nenhuma te pode descrever.

5 comentários:

Anónimo disse...

MINHA QUERIDA AFILHADA, NÃO SEI FAZER POEMAS, MAS OBRIGADA POR TUDO O QUE ÉS PARA MIM. SEI QUE ESTARÁS SEMPRE
AO MEU LADO E VICE-VERSA. HOJE, 19-08-09, É UM DIA DIFÍCIL , MAS COM OS TEUS POEMAS E O TEU PENSAMENTO VOADOR, TUDO É MAIS FÁCIL. ÉS LINDA .
MUITOS BEIJINHOS.

Sónia disse...

Quando a caneta deixar de escrever, passa-se a escrever as letras com o coração.

O Profeta disse...

Não me queres dizer onde mora o teu sorriso
Ausente do incontido abraço
Ausente das palavras felizes
Envolto em nuvem escura no espaço

Não me queres dizer o rumo
Que leva ao teu terno coração
Não me queres abrir as portas
Da cor vibrante da paixão?



Bom fim de semana



Doce beijo

Giovanna disse...

gi, eu também sou gi
gostei muito do seu blog
parabéns.
olha, bem que você podia fazer um poema com o nosso nome né =)


beijos giovanna

Fátima disse...

Que nunca deixes de escrever para me alegrares sempre